Sobre o Procedimento

Do que se trata

A próstata é a causa principal de câncer nos homens, mas muitas pessoas não sabem o que é, nem para que serve.
Trata-se de uma glândula que se encontra intimamente em contato com a saída da bexiga.

O tamanho da próstata muda com a idade. Em homens mais jovens, é do tamanho aproximado de uma noz. Mas pode ser bem maior á partir da sexta década.

A função principal da próstata é fabricar o líquido prostático, protegendo os espermatozoides, aumentando as possibilidades reprodutivas e maximizando as possibilidades de fecundação.

Segundo a Sociedade Americana do Câncer, cerca de um em cada sete homens será diagnosticado com câncer de próstata ao longo da vida, sendo que este ocorre mais em homens de idade avançada.

A hiperplasia prostática benigna (HPB) é o tumor BENIGNO mais frequente na população masculina.

Doença de alta prevalência, ou seja, acomete mais de 50% dos homens acima de  70 anos de idade e tem como fatores de risco principais a idade avançada e a testosterona (o principal hormônio sexual masculino).  

 
TEMPO DE INTERVENÇÃO

Cerca de 2-3 horas

HOSPITALIZAÇÃO

de 12 a 24 HORAS

EFEITOS

Imediatos

ANESTESIA

Local

RECUPERAÇÃO

3 dias

RESULTADOS

Duradouros

Ainda tem dúvidas?

Envie suas perguntas para o Dr. Luiz Otavio

Nome E-mail Telefone Observações

Como diagnosticar

Para investigar os sinais e sintomas de um câncer de próstata e descobrir se a doença está presente ou não, são feitos basicamente dois exames iniciais:

•    Exame de toque retal: o médico avalia tamanho, forma e textura da próstata, introduzindo o dedo protegido por uma luva lubrificada no reto. Este exame permite palpar as partes posterior e lateral da próstata.

•    Exame de PSA: é um exame de sangue que mede a quantidade de uma proteína produzida pela próstata – Antígeno Prostático Específico (PSA). Níveis altos dessa proteína podem significar câncer, mas também doenças benignas da próstata.

Devido a sua localização, os principais sintomas são urinários:

  •  Necessidade de urinar com mais frequência, sobretudo à noite
  •  Necessidade de correr para o banheiro ( urgência miccional )
  •  Dificuldade de começar a urinar
  •  Pouco fluxo urinário ou demora para urinar
  •  Sensação de que bexiga não esvazia completamente
 

Tratamento

A embolização das artérias prostáticas é um procedimento minimamente invasivo que tem como objetivo proporcionar a melhora parcial ou total dos sintomas decorrentes da HPB (hiperplasia prostática benigna).

Esse tratamento possibilita total eficácia no combate à doença e conta com uma série de benefícios para a qualidade de vida do homem.

Além de dispensar a necessidade de cirurgias grandes, não requer internações, e nem anestesia de grande porte, cessando os principais sintomas.

O tratamento da hiperplasia prostática benigna, ou da próstata aumentada, pode ser feito de várias formas.

Inicialmente com medicamentos e também por meio de cirurgias com urologista, seja a ressecção transuretral da próstata, ou o procedimento minimamente invasivo de embolização das artérias prostáticas.
 

PERGUNTAS FREQUENTES

Dúvidas sobre Embolização de Próstata

O procedimento dói?
Pouca dor é relatada após a embolização de próstata. Porém, pode haver necessidade de utilizar analgésicos e anti-inflamatórios. O principal sintoma relatados pelos pacientes após a embolização é a uretrite (ardor na uretra).
Quanto tempo eu fico internado?
Apenas 01 dia.
Que tipo de anestesia é realizada?
A embolização de próstata é feita com anestesia local e/ou sedação. Não há necessidade de anestesia nas costas (anestesia raquidiana ou peridural) ou intubação orotraqueal (anestesia geral).
Quais são os fatores de risco para o Câncer de Próstata?
Os principais fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de próstata, são: • Idade (cerca de 62% dos casos são de homens a partir dos 65 anos); • Histórico familiar; • Alimentação inadequada, à base de gordura animal e deficiente em frutas, verduras, legumes e grãos; • Sedentarismo; • Obesidade. Ainda não existe uma fórmula específica de como evitar a doença. Mas ao realizar exames preventivos, é possível diagnosticá-la precocemente, quando as chances de cura são de cerca de 90%.
Como saber se preciso realizar o procedimento?
O seu médico de confiança é o profissional habilitado para fazer a indicação assertiva do procedimento. Porém existem alguns sinais e sintomas que podem indicar que você pode estar com o problema. Por exemplo, a força do fluxo da urina diminui, sensação de urgência para urinar e também de que mesmo depois de ir ao banheiro, não foi o suficiente.
Quais as vantagens da embolização prostática?
Uma das maiores vantagens do procedimento é o fato de ser minimamente invasivo. Além de não interferir na atividade sexual ou na ejaculação, possibilidade de ser realizado em diversos casos, pode ser realizado mais de uma vez caso tenha necessidade, pouca ou nenhuma dor.
VEJA TAMBÉM

Outros procedimentos

Embolização de Próstata

A hiperplasia prostática benigna, conhecida como HPB é um tipo o tumor benigno mais frequente na população masculina. A doença é de alta prevalência e acomete homens a partir dos 50 anos.

VER PROCEDIMENTO TIRE SUAS DÚVIDAS
Embolização de Hemangioma

Um hemangioma se caracteriza por um acúmulo anormal de vasos sanguíneos na pele ou nos órgãos internos que pode ocorrer em qualquer parte do corpo. Ele geralmente leva ao aparecimento de uma área inchada e com uma mancha avermelhada ou arroxeada, que variam bastante em tamanho, forma e cor.

VER PROCEDIMENTO TIRE SUAS DÚVIDAS
Embolização de malformação arteriovenosa

A malformação arteriovenosa (MAV) é basicamente uma conexão anormal entre artérias e veias. As MAVs não apresentam sintomas específicos e por isso são descobertas por acaso.

VER PROCEDIMENTO TIRE SUAS DÚVIDAS